A Academia CantanhedeGym inaugurou, no dia 7 de Setembro, o seu novo local de treino, uma estrutura que resulta da recuperação de dois pavilhões cedidos pela Santa Casa da Misericórdia local, e que permitirá uma melhoria significativa nas condições para a prática desportiva. Os ginastas de Cantanhede ganharam, assim, uma nova “casa”.

Fita vermelha, taças de espumante, muitos sorrisos estampados no rosto da “família” Academia CantanhedeGym (ACG). Não faltou nenhum desses elementos no dia em que se concretizou mais um sonho destes entusiastas da ginástica, um dia que ficará, garantidamente, na história do clube. Isso mesmo assegurou João Dias, presidente da Direcção da ACG, no final da tarde de 7 de Setembro, perante representantes do Município e da Santa Casa da Misericórdia de Cantanhede, da Caixa de Crédito Agrícola de Cantanhede e Mira, de ginastas e seus familiares e da comunicação social.

“O sonho começou em 2009 e nunca nos passou pela cabeça que em 2012, passado tão pouco tempo, estivéssemos onde estamos, contando já com o nosso historial na ginástica. Começámos apenas com uma classe, e na época passada contávamos já seis. Este foi o ponto de viragem para uma nova Academia”, considerou. Uma nova Academia que assegurou a presença de nove ginastas na Selecção Nacional e que conseguiu colocar Cantanhede no mapa da modalidade. Era, por isso, fundamental, criar instalações condignas para poder levar ainda mais longe este ambicioso projecto.

Fica para trás o salão dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, a quem João Dias fez questão de agradecer, e abrem-se as portas do novo Pavilhão da ACG, que conta com ginásio, sala de aulas de grupo, sanitários e sala da Direcção. “Acaba por ser um centro de treino, que permite proporcionar condições de alto rendimento a alguns atletas. Sabemos que a cedência [por parte da Santa Casa da Misericórdia] é temporária, mas temos pretensão de que aqui possamos continuar”, assumiu. O responsável destacou a importância da cooperação com outras instituições, de que é exemplo o acordo estabelecido com a Santa Casa e o apoio prestado pelo Município de Cantanhede, mas também com patrocinadores, caso do Crédito Agrícola de Cantanhede e Mira.“São parceiros que reconhecem na Academia uma instituição que vale a pena apoiar”, frisou.

As novas instalações permitem ainda a prática de actividades complementares, como a musculação e o ballet, e o apoio ao estudo para os ginastas que queiram aproveitar o espaço para porem em dia os seus trabalhos escolares. Quanto aos objectivos da ACG, continuam a passar por “promover hábitos de vida saudáveis e a participação em competições internacionais, nacionais e distritais, mas também acompanhar os níveis de desempenho escolar dos atletas e divulgar da melhor forma o nome de Cantanhede e os patrocinadores. A nossa preocupação é formar ginastas, mas também pessoas”.

O trabalho de equipa foi apresentado como segredo para o sucesso, um facto que foi constatado e realçado por Helena Teodósio, vice-presidente da Autarquia cantanhedense: “Tenho a certeza que Cantanhede vai continuar a ser muito divulgado no País e no estrangeiro, no âmbito da ginástica. Esta é uma escola de bons hábitos, de formação humana e de excelentes cidadãos”. Já Sílvia Macedo, em representação da Caixa de Crédito Agrícola, ilustrou o seu discurso com uma bonita metáfora: “Este foi um projecto que se lançou, como um foguetão à lua”. As novas instalações da Academia CantanhedeGym estão localizadas na Rua Carlos de Oliveira, bem no “coração” de Cantanhede. | FC

Anúncios